Categorias

Publicações Recentes

Os 7 pecados do Atendimento ao Cliente

Wagner Godoy

Neste artigo irei apresentar os 7 pecados de atendimento ao cliente que na prática são 7 características mais detestáveis que encontramos em alguns profissionais de atendimento e vendas.

 

Pode até aparecer que isto seja muito básico para algumas pessoas, porém com certeza você vai se lembrar de alguma situação no qual tenha se deparado com um atendente ou vendedor que tenha lhe atendido desta forma.

Vamos lá então! O primeiro pecado “mortal” é:

 

1- APATIA

 

A apatia ocorre quando os funcionários de uma empresa não demonstram que se importam com o Clientes.  É a indiferença, é aquele sentimento de “tanto-faz” muito comum naqueles funcionários que estão apenas presentes fisicamente mas com o pensamento e alma distantes.

 

2- MÁ VONTADE

 

É  a "prima" da preguiça, a falta de atitude, normalmente a gente percebe a falta de vontade em situações que a gente sabe que é possível que o atendente ou vendedor pode nos ajudar com uma solicitação simples, mas não, o funcionário não toma nenhuma ação.

 

3- FRIEZA

 

É aquele atendimento burocrático, distante no qual o atendente ou vendedor não faz questão nenhuma de querer saber mais sobre você e suas necessidades.

 

4- DESDÉM

 

Muito comum em situações de atendimento e vendas que envolvam assuntos mais técnicos, no qual o profissional se acha muito superior porque sabe mais sobre o produto ou serviço do que o cliente. Pode até ser que realmente ele tenha um conhecimento mais técnico, mas não entende nada de atendimento.

 

5- ROBOTISMO

 

É o atendimento totalmente ausente de qualquer sentimento, em muitos casos é consequência do excesso do uso de scripts, manuais e roteiros de atendimento que acabam engessando o atendimento, e que tira qualquer inciativa ou mesmo a naturalidade da equipe de vendas e atendimento.

 

6- DEMASIADO APEGO AS NORMAS

 

É o pecado no qual o profissional não tem um mínimo de flexibilidade, porque está totalmente amarrado com às normas da empresa, mesmo que para isso tenha que até perder o cliente. Que fique claro que a ideia aqui não é incentivar o desrespeito às normas e políticas da empresas, porém sempre vale tentar encontrar algumas exceções para resolver o problema do cliente, sempre prevalecendo é claro, o bom-censo entre as partes.

 

7- JOGO DE RESPONSABILIDADE 

 

Por fim, o sétimo pecado, que nada mais é do que fazer o cliente passar de um funcionário ou departamento para o outro e não resolver absolutamente nada. Muitas empresas usam disto apenas para ganhar tempo ou cansar o cliente para que ele desista de ser atendido.

 

Quer saber mais sobre Atendimento e Relacionamento com Clientes? Confira a série de vídeos no Canal da Evolution Marketing no Youtube.

 

 

Um forte abraço e até a próxima!

 

Wagner Godoy - Evolution Marketing